Conhece o Consumidor Positivo?

Caso você esteja precisando de um redator para escrever um roteiro publicitário para sua empresa ou agência (e esteja com um pouco de pressa), ótimo: fale comigo.

Há alguns anos eu trabalho como redator publicitário e tenho experiência para escrever um roteiro sob medida para sua necessidade específica. Além disso, eu vou responder seu email em menos de 24 horas. Ou seja, daqui a pouco a gente tem um contato mais pessoal.

Agora, caso você queira saber como criar um bom roteiro publicitário, eu vou dar algumas dicas simples (e úteis) que adquiri ao longo de alguns anos de estudo, pesquisa, faculdade e experiência, criando roteiros publicitários para clientes dos mais diversos portes e segmentos. Espero que seja útil.

 

Como fazer um belo roteiro publicitário

 

A ideia:  95% do seu roteiro

Para fazer um bom roteiro, antes de qualquer coisa, você precisa de uma (puta) ideia. E muito provavelmente, você não vai ter uma boa ideia para seu roteiro lendo um texto sobre “como criar um ótimo roteiro publicitário“. Aliás, esse nem é um texto sobre “como ter ideias sensacionais“. Mas, se fosse, eu ia falar que minha técnica preferida é encher a cabeça de informação sobre o produto/mercado/empresa/whatever/ para quem for criar o roteiro e, depois, fazer outra coisa qualquer. Normalmente a ideia vem. Mas, como esse texto não é sobre isso, vamos voltar ao assunto. Tenha uma ideia sobre o roteiro. Pronto? Teve? Então, agora sim. Vamos continuar.

A formatação:

Como o Bruno Lacerda bem observou no seu blog, não existe um padrão rígido para o formato do roteiro. Mas é recomendável que você não mostre para o cliente um roteiro escrito num guardanapo de boteco. Os modelos mais utilizados são:

1) Básico, que eu eu gosto de chamar de “Duas Colunas” por motivos óbvios (exemplo);

2) Master Class, que é o padrão default do cinema, com cabeçalhos por cena (exemplo);

3) Dividido por sequências, que é recomendado para roteiros com muitas cenas (exemplo).

Que programa usar?

Na boa? Pra mim, o único editor de texto melhor que o Word é o bloco de notas. Mas talvez eu seja um cara muito chulo. Se você quiser, até existem uns softwares para desenvolvimento de roteiro. Mas, devo confessar, não uso e nem conheço muita gente que usa.

 

5 dicas para você escrever um bom roteiro

 

1) Alguns roteiros:

O roteirodecinema.com.br tem alguns exemplos de roteiros publicitários que valem a pena ser olhados por você que está em busca de inspiração para criar o seu: clique aqui.

2) Simplicidade:

Isso vale para todo texto que você escrever. Seja o mais simples possível. Esse é o único modo de fazer seu leitor te entender. E quando eu escrevo “leitor”, você pode ler “cliente/diretor de criação/pagador de salário”.

3) Não escreva demais. Nem de menos.

O ideal é que o roteiro não seja nem detalhista, nem abstrato demais. Então, ache um meio termo. Descreva tudo que você considerar importante para passar a ideia que você teve e coloque o que achar mais importante no roteiro.

4) Livro: Roteiro Publicitário – Como vender em 30 segundos

Confesso: Ainda não li esse livro. Sabe como é, tem uns 15 livros na minha fila de espera e mais uns três na cabeceira. E olha que, quem me conhece sabe: eu leio, no mínimo, consideravelmente, como já disse num desses posts. Mas, de qualquer forma, fica aí a dica para você que esteja realmente interessado no assunto.

5) Refaça. Sim, de novo.

Essa é uma dica constante e vale para todo texto, penso eu. Confira, revise, veja se a ideia é mesmo boa, inclua algo importante, tire algo desnecessário. Sempre dá pra melhorar, e isso serve pra tudo na sua vida.

 

Por hoje é só, pessoal.

Basicamente, é isso. Se você quiser ler algo mais detalhado, existem alguns cursos (que eu não fiz) sobre o assunto. Eu fiz um curso sobre roteiro no SENAC, e gostei. Se tiver alguma dúvida específica, pode falar comigo. Estando ao meu alcance, eu respondo numa boa.

:)

Leia também: