Antes de tudo: caso esteja precisando de um profissional para criar ou planejar o conteúdo para redes sociais de sua empresa, fale comigo. Com mais de 5 anos de experiência realizando esse trabalho para todo tipo de clientes, talvez eu seja a solução pros seus problemas.

Ou, se preferir, antes, leia mais sobre mim.

the_art_of_social_media-600x215

Os posts em Fanpages do Facebook estão para minha geração como os anúncios impressos estiveram para a geração do Don Draper, de Mad Man.Luz, Fernando

Dito isso, acredito ser ponto passivo os que redatores que desejam manter-se atualizados precisam aprender a criar “posts” que gerem engajamento e agreguem valor às marcas de seus clientes. Mas como fazer isso? Como criar conteúdos para redes sociais de empresas que sejam curtidos, compartilhados, comentados, reblogados, retuitados, repinados e por aí vai?

É óbvio que não tenho todas as respostas. Mas nesses anos trabalhando com criação de conteúdo para redes sociais, considero que aprendi algumas coisas, que podem ser úteis a você. Está tudo abaixo, bem divididinho em 5 tópicos. Espero que você curta, compartilhe, comente, tuite…

5 etapas para criar conteúdos para redes sociais que gerem engajamento:

 

1 – Planeje!

De longe, esse é a fase mais importante. Tão importante que merecia outro texto apenas sobre o assunto. Por ora, vamos a um breve resumo:

Defina o objetivo das redes sociais de sua empresa (Branding? Vendas?); Entenda de verdade quem são seus públicos e do que eles gostam; Escolha os canais a serem utilizados (facebook, twitter, instagram?); Defina a linguagem e identidade visual que irá usar; Separe por temas os posts que irá criar; Crie um cronograma de postagens; Meça os resultados e comece o novamente o processo.

Eu sei, é um pouco complicado. Mas pode deixar, assim que escrever um texto apenas sobre esse assunto, volto aqui e publico, ok?

 

2 – Referência é tudo.

O que é um post legal? O que faz um post ser mais compartilhado do que outro? Para criar um post de qualidade, pode ter certeza, você precisa de referência.

Você pode começar sua busca no twiter, analisando o perfil da Netflix ou do Ponto Frio. No facebook, recomendo as fanpages de Guaraná Antarctica, Skol, Itaú, Halls, entre tantas outras. Mas isso é muito pouco. Você vai precisar pesquisar. Muito. Sério! Criatividade sem repertório simplesmente não existe.

 

3 – Atenção às particularidades de cada rede social.

No Facebook, posts com imagens criativas e pequenos textos chamam atenção e acabam sendo muito curtidas, comentadas e compartilhadas. Já no Twitter, vale muito responder os comentários de maneira criativa. No Instagram, o horário é um fator que influi muito na quantidade de likes. No Pinterest… bom, você entendeu.

Cada rede social tem suas particularidades. Ao criar conteúdo para elas, portanto, procure se atentar a essas características.

 

 4 – Pense cada post como um anúncio.

Nesse parágrafo, vou parafrasear o Michel Lent, da Pereira & O’dell, em entrevista recente. Abre aspas. Se você quer falar com o público jovem hoje no Brasil, é mais efetivo fazer um post patrocinado no facebook do que comprar uma contra capa de revista. Esse post, portanto, deixa de ser “apenas um post” e vira um anúncio que, como qualquer outro, precisa gerar vendas, potencializar lucros, garantir empregos. Fecha aspas.

Entende a importância? Por isso é tão necessário criar cada post com cuidado. Como criar um anúncio incrível? Qual a melhor forma de comunicar? Quais metáforas podem-se utilizar? Para responder essas perguntas, recomendo efusivamente a leitura do capítulo “Como escrever anúncios poderosos” do livro mais famoso do  David Ogilvy.

 

5 – Faça diferente.

A 5º regra não serve apenas para criar posts em redes sociais. Serve para a vida. Conheça o que se faz de melhor, aprenda a fazer parecido e depois não tenha medo de fazer diferente.

Em conteúdo para redes sociais ou em qualquer outra área, é isso que diferencia um profissional mediano de um excelente: a arte de aprender o que funciona e inventar uma nova forma de fazer, que funciona ainda melhor.

Ou seja, não se prenda a essas dicas. Aprenda, crie, ouse e faça diferente. Dessa forma, tanto você quanto seu trabalho serão cada vez melhores.

Leia também: