jogae

Dizem que poesia é a arte dos solitários.

Que versos sublimes são frutos de corações em pedaços.

Triste mesmo é quem assim pensa.

Quem só cria em desavença.

Precisa aprender que o extremo só é bom no momento.

Vaidade!  Como correr atrás do vento.

Vendo a vida passar na cozinha, como um lanche sem contar caloria.

E vejo crianças correndo. E penso em casamento.

Enquanto seco uma panela, jogam uma pedra em minha janela.

Dois idiotas dirigindo em alta velocidade.

Na verdade, não aprenderam o que é liberdade.

Pensam que se correrem bastante a acharão.

Não entendem o tamanho da ilusão.

Viver para gozar. Viver para se drogar.

Viver para se amar. Viver para se matar.

Pensam que poesia só rima com tristeza

Porque só escrevem em tempos de fraqueza.

Quando tudo está em perfeição,

Não há tempo para reflexão.

Daí a precipitada definição,

Que leva à óbvia conclusão:

Poesia é para quem, na tristeza, procura alegria.

E, quando a encontra, não desperdiça em baixaria.

Ilustração do Bamba Gueramba Hélder Nóbrega.

Leia também: